Dica de leitura: A aprendizagem simbólica em crianças com déficit atencional

Crianças com TDAH e déficits atencionais tem dificuldades para permanecer na tarefa acadêmica. O estudo de Duarte e de Rose (2006) demonstra que com a apresentação de poucos estímulos por tentativa e com a aplicação sistemática, imediata e consistente de esquemas de reforçamentos diferenciais para a resposta atencional pode-se anular ou diminuir os eventuais “prejuízos” decorrentes da presença deste déficit nos alunos. Leitura muito interessante para psicólogos e professores que buscam diferentes planejamentos de ensino!

Leia e baixe o texto completo: [button link=”http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382006000300004″ size=”medium” target=”new” color=”default”]Acessar[/button]

0 0 votes
Article Rating

Escrito por Priscila Meireles Guidugli

Graduada em Psicologia, Mestra e Doutoranda em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela UNESP - Bauru. Especialista em Psicoterapia Breve pelo Instituto Ampliatta. Membro do LADS (Laboratório de Aprendizagem, Desenvolvimento e Saúde) da UNESP – Bauru. Atua nas áreas clínica e escolar atendendo todas as idades, com experiência em dificuldades de aprendizagem e problemas de comportamento infantis, transtornos globais do desenvolvimento, incluindo autismo, além de transtornos psiquiátricos relacionados à ansiedade e depressão.