Dica de leitura: Tecnologia comportamental para reduzir o esquecimento e auxiliar pessoas com doença de Alzheimer: estudos baseados no modelo da equivalência de estímulos.

Os pesquisadores da Análise do Comportamento estão produzindo pesquisas sobre os temas mais variados. Não poderiam faltar intervenções para pessoas com Alzheimer. O texto de Camargo, Haydu de Souza e Moroz (capítulo do livro “Psicologia e análise do comportamento: saúde e processos educativos”) foi disponibilizado para download pelos autores. São apresentadas duas linhas de estudos que têm por base os princípios da Análise do Comportamento. A primeira linha é de natureza experimental e visa investigar os efeitos do número de estímulos relacionados em classes de equivalência sobre a manutenção e reemergência das relações condicionais que compõem as classes. A segunda, de natureza aplicada, verifica se o ensino de discriminações condicionais, tal como é feito no procedimento de formação de classes de equivalência de estímulos ou de redes relacionais, poderia auxiliar pacientes com diagnóstico de Doença de Alzheimer a lembrar nomes de pessoas e de objetos.

Clique aqui e baixe o texto completo: 

[button link=”http://www.researchgate.net/publication/281292582_Tecnologia_comportamental_para_reduzir_o_esquecimento_e_auxiliar_pessoas_com_doena_de_Alzheimer_estudos_baseados_no_modelo_da_equivalncia_de_estmulos” size=”medium” target=”new” color=”default”]Acessar[/button]

0 0 vote
Article Rating
Avatar

Escrito por Priscila Meireles Guidugli

Graduada em Psicologia, Mestra e Doutoranda em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela UNESP - Bauru. Especialista em Psicoterapia Breve pelo Instituto Ampliatta. Membro do LADS (Laboratório de Aprendizagem, Desenvolvimento e Saúde) da UNESP – Bauru. Atua nas áreas clínica e escolar atendendo todas as idades, com experiência em dificuldades de aprendizagem e problemas de comportamento infantis, transtornos globais do desenvolvimento, incluindo autismo, além de transtornos psiquiátricos relacionados à ansiedade e depressão.