Constituição da Associação de Analistas do Comportamento da Bahia

Constituição da Associação de Analistas do Comportamento da Bahia

No dia 16 de setembro, das 14h as 17h estará ocorrendo a Assembleia Geral Ordinária. Visando a Constituição da Associação de Analistas do Comportamento da Bahia. O evento é coordenado pelo IBAAC – Instituto Baiano de Análise do Comportamento.A Assembleia ocorrerá na Rua das Hortênsias, nº 726 – Pituba, 41810-010. Salvador.

A constituição de uma associação tem como objetivo congregar psicólogos e profissionais de outras áreas. Interessados na disseminação e no desenvolvimento científico e tecnológico da Análise do comportamento e da terapia comportamental.

O Instituto Baiano de Análise do Comportamento (IBAAC) é um espaço para atendimento psicológico e formação de profissionais na abordagem Analítico-Comportamental. O IBAAC foi criado em agosto de 2007 como uma entidade jurídica. Teve suas atividades iniciadas com a 1ª turma do curso de Introdução à Terapia Analítico-Comportamental no 2º semestre de 2007. Atualmente além de cursos, o IBAAC conta com uma equipe de mais de 10 psicólogos analistas do comportamento que atuam em diversas áreas da psicologia. Busca Divulgar a Análise do Comportamento como uma proposta de enfrentamento e solução para vários problemas humanos, através do esclarecimento das relações comportamentais das pessoas com o seu ambiente

Se ficou interessado e quiser mais informações, clique aqui.

0 0 vote
Article Rating
Avatar

Escrito por Gabriel de Melo Cardoso

Graduando em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Possui formação em Terapia Cognitivo Comportamental pelo CETCC - Centro de Estudos de Terapia Cognitivo Comportamental de São Paulo. Atualmente, Diretor de Consultoria na Persona e bolsista de iniciação científica no projeto: Avaliação de fatores de risco ao estresse ambiental/ocupacional em expedicionários do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR) e membro do projeto de Ensino Online de Análise do Comportamento Humano ambos no Laboratório Fator Humano. Entusiasta dos temas: neurociência, gamification, autismo, linguagem, memória e tecnologia.