Conheça o periódico “Journal of Contextual Behavioral Science”

O “Journal of Contextual Behavioral Science” é uma publicação da Association for Contextual Behavioral Science (ACBS) e possui uma abordagem sistemática e pragmática para a compreensão do comportamento, solução dos problemas humanos e a promoção do crescimento e desenvolvimento humano. Utiliza princípios funcionais e teorias para analisar e modificar a ação incorporada em seu contexto histórico e situacional. O objetivo é prever e influenciar o comportamento, com precisão, a abrangência e profundidade, em todos os domínios do comportamento e todos os níveis de análise, de modo a ajudar a criar uma ciência comportamental que é mais adequada ao desafio da condição humana. 

A revista considera artigos relevantes para uma abordagem comportamental contextual os que incluem estudos empíricos (sem restrição tópica – por exemplo, psicologia clínica, psicopatologia, educação, psicologia organizacional, etc.), comentários (revisões sistemáticas e metanálises) e artigos conceituais e filosóficos sobre ciência comportamental contextual. Estando particularmente interessados ​​em pesquisas que enfatizam o estudo dos processos comportamentais fundamentais que são relevantes para uma ampla gama de problemas humanos e, portanto, não se limitando a certas populações. A revista publica artigos escritos por pesquisadores, profissionais e teóricos de diferentes tradições intelectuais.

Clique aqui e conheça melhor: 

[button link=”http://www.journals.elsevier.com/journal-of-contextual-behavioral-science/” size=”medium” target=”new” color=”default”]Acessar[/button]

0 0 vote
Article Rating
Avatar

Escrito por Priscila Meireles Guidugli

Graduada em Psicologia, Mestra e Doutoranda em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela UNESP - Bauru. Especialista em Psicoterapia Breve pelo Instituto Ampliatta. Membro do LADS (Laboratório de Aprendizagem, Desenvolvimento e Saúde) da UNESP – Bauru. Atua nas áreas clínica e escolar atendendo todas as idades, com experiência em dificuldades de aprendizagem e problemas de comportamento infantis, transtornos globais do desenvolvimento, incluindo autismo, além de transtornos psiquiátricos relacionados à ansiedade e depressão.