Dica de Leitura: “Psicologia clínica comportamental, a inserção da entrevista com adultos e crianças – SILVARES & GONGORA”

Na área clínica é necessário fazer uma boa análise funcional do caso em questão, para isso precisamos colher dados diversos, imprescindíveis para um diagnóstico correto e planejamento futuro das intervenções. A entrevista clínica é um dos métodos utilizados para colher essas informações. O livro “Psicologia clínica comportamental, a inserção da entrevista com adultos e crianças”, das autoras Edwiges Ferreira de Mattos Silvares e Maura Alves Nunes Gangora, lançado pela Editora Edicon, em 2006, é um clássico para psicoterapeutas comportamentais e profissionais da saúde, um manual completo para aqueles que querem aprender a entrevistar e para quem quer ensinar também.

145745_Large2

Seus capítulos são:

Capítulo 1 – Da entrevista de pesquisa à entrevista clínica: do conteúdo ao processo

Capítulo 2 – Manual para entrevista clínica inicial

Capítulo 3 – Ensinando Entrevista Clínica: sugestões aos professores

Capítulo 4 – Por que entrevistar pais e professores, além da criança encaminhada para atendimento psicológico

Capítulo 5 – Entrevistando os pais da criança encaminhada para atendimento psicológico

Capítulo 6 – Entrevistando a criança encaminhada para atendimento psicológico

Capítulo 7 – Entrevistando os professores da criança encaminhada para atendimento psicológico

Capítulo 8 – A Entrevista Clínica de “Feedback ” à Família

 

  • Confira no site da Editora: [button link=’http://www.edicon.com.br/products/psicologia-clinica-comportamental’ target=’_blank’ icon=’entypo-link’]Acessar[/button]
0 0 vote
Article Rating
Avatar

Escrito por Priscila Meireles Guidugli

Graduada em Psicologia, Mestra e Doutoranda em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem pela UNESP - Bauru. Especialista em Psicoterapia Breve pelo Instituto Ampliatta. Membro do LADS (Laboratório de Aprendizagem, Desenvolvimento e Saúde) da UNESP – Bauru. Atua nas áreas clínica e escolar atendendo todas as idades, com experiência em dificuldades de aprendizagem e problemas de comportamento infantis, transtornos globais do desenvolvimento, incluindo autismo, além de transtornos psiquiátricos relacionados à ansiedade e depressão.